Trends in Social Finance in Brazil

“I would like to challenge each of you to think beyond the current moment and imagine the next pages of the history books about Brazil in 2035. Let's write about missed opportunities or describe how we follow our path to a more prosperous and less unequal reality, through innovation and creativity, despite the occasional challenges down the road?”

IMG_4682

With these words the professor of Columbia SIPA, Sidney Nakahodo, opened his speech at the event Social Finance Trends in Brazil, carried out by Finance for Good Brazil, in June, in New York. Leonardo Letelier falou das tendências em finanças sociais no Brasil e compartilhou um pouco da experiência da Sitawi nos últimos anos. Participaram também do encontro Antony Bugg-Levine, da Nonprofit Finance Fund; Julia Wilkison e Andrea Armeni, da Finance for Good Brazil.

Com a mediação da jornalista Di Pinheiro, Leonardo apresentou o trabalho que a Sitawi desenvolve no Brasil e como essa atuação dialoga com o contexto socioeconômico do país.

“Although Brazil is an economic power and has experienced the growth of the middle class in recent years, it remains one of the most unequal countries in the world. Commitments to philanthropy remain a fraction of what they are in the US and are less sophisticated in their management and allocation,” he commented.

He stated that access to capital remains expensive for traditional entrepreneurs at around 30 to 40% per year; and venture capital commitments are still a fraction of developed markets. According to him, social enterprises often remain excluded from traditional financing opportunities.

Para lidar com isso, contou sobre a experiência dos empréstimos socioambientais da Sitawi. A concessão de crédito com taxas baixas para organizações sem fins lucrativos e negócios sociais com modelos sustentáveis, ​​que geralmente, não atendem os critérios  dos bancos comerciais.

“Um exemplo de organização beneficiada por esse mecanismo é o CIES, um negócio de impacto que realiza diagnósticos médicos em unidades móveis de saúde que atende áreas vulneráveis ​​em parceria com corporações e setor público. Com 3 empréstimos da Sitawi, o CIES conseguiu ampliar o número de atendimentos. Até 2015, eles haviam atendido 390 mil pacientes com exames médicos, diagnósticos e cirurgias de baixo custo e treinado 19.500 enfermeiros e médicos para fornecer serviços básicos similares em suas comunidades”, pontuou.

IMG_4654

Hoje, a Sitawi também está trabalhando com o estado do Ceará para lançar o primeiro Contrato de Impacto Social (CIS) do país focado na saúde. Um vínculo de impacto social é uma mecanismo de pagamento por resultado utilizado em vários países, com a colaboração investidores e governos.

Antony Bugg-Levine, líder de finanças sociais e CEO do Nonprofit Finance Fund, fez a fala de encerramento do evento. Ele contou a história da NFF – lançada há mais de 37 anos e inspiração para a criação da Sitawi – que é hoje um dos maiores fundos de investimentos comunitários dos Estados Unidos, fornecendo US$ 620 milhões em financiamento e acesso a capital que suporta US$ 2,3 bilhões em projetos para milhares de organizações em todo o país durante sua história.

He reminded the audience of the critical role of social finance organizations in supporting innovation and civil society and the challenges faced by entrepreneurs who may not have the same institutional and philanthropic support that the NFF has leveraged over the years in the US.

“Organizações como Sitawi e Finance for Good Brazil podem fortalecer o setor de finanças sociais no Brasil para que os empreendedores sociais tenham as ferramentas de que precisam para resolver grandes problemas”, declarou Antony.

Julia Wilkinson, from Finance for Good Brazil, commented on her expectations regarding the ecosystem:

“We believe in a Brazil where a strong social finance ecosystem provides entrepreneurs with the capital and support they need to create and scale solutions to challenges such as inequality and climate change,” said Wilkinson.

A Sitawi será a beneficiária piloto da Finance for Good Brazil. A iniciativa was created with the aim of raising funds in the United States to support Brazilian organizations that are innovating in the field of Social Finance. As such, US residents who wish to do philanthropy in Brazil can contact FFG-Brazil to assist in the process. Find out how to support: http://www.financeforgoodbrazil.org/

Related publications